Estilo de vida

Como ser bonita – e a quem queremos agradar?

Não é raro vermos por aí dicas de como ser bonita seguindo alguns padrões, mas a questão é: até que ponto isso faz sentido para você? Muito mais do que ter uma aparência que agrada os outros, precisamos estar confiantes e orgulhosas de nós mesmas. E é isso o que nosso visual precisa transmitir.

como ser bonita

Cada vez mais as mulheres querem se sentir lindas por si só, e isso vai muito além de questões estéticas. É neste cenário que a beleza passa a envolver a autoconfiança antes de mais nada, e o cuidado com o próprio corpo como um meio de se valorizar. Um contexto que ultrapassa padrões exigidos pela sociedade, e traz práticas e conceitos para um âmbito muito mais pessoal.

O exterior como reflexo do interior.

Cada um tem seu conceito de beleza, mas cada vez mais existe algo em comum em tudo aquilo o que se diz sobre o assunto. O principal aspecto é sentir-se bem, e acima de tudo transmitir o bem-estar e a satisfação de dentro para fora.

É claro que os hábitos de se cuidar estão inclusos neste contexto, mas mesmo estes momentos tem como origem o ato de tirar um tempo para si. São práticas de mulheres que gostam de se mimar, e assim sentem-se prontas para encarar os desafios do dia-a-dia – sejam eles qual forem.

A questão é muito mais emocional do que física. Ao realizar alguns tratamentos, por exemplo, a eficácia é comprovada muito mais pela maneira como a mulher se sente após a realização do que pelos próprios resultados aparentes.

Os sinais da maturidade: como ser bonita está cada vez mais desvinculado da idade.

O mundo está passando por uma revolução da beleza, em que muitos conceitos estão se transformando. Enquanto por muito tempo o objetivo era esconder rugas ou manter o corpo em dia para camuflar o passar dos anos, hoje o belo está muito mais relacionado a demostrar a experiência e a maturidade da idade do que tentar parecer mais jovem.

“Como ser bonita” diz muito mais sobre sua vivência e sobre honrar sua própria história, refletindo no rosto o brilho de suas conquistas. É neste cenário que o rosto é nosso cartão de visita, e projeta para o mundo nossas expressões e como estamos nos sentindo. Deste modo, não podemos negar: é quando a imagem e o sentimento estão interligados.

Como exercitar o amor-próprio – e o que isso tem a dizer sobre você.

Incluir uma rotina de skincare é uma ótima maneira de começar a exercitar o novo conceito de beleza, fazendo isso por você e não pensando no que os outros irão pensar. Sua pele será retrato de uma mulher bem resolvida, que sabe administrar seu tempo e todas as áreas de sua vida. Investir em autoconhecimento também pode ajudar, uma vez que isso reforça o seu estilo, seu propósito e sua maneira de ser e se expressar.

Elogiar outras mulheres e ser positiva também são práticas que enaltecem sua personalidade, e reforçam como cada uma é bonita do seu jeito. Lembre-se que a perfeição não existe, e que sempre temos algo a evoluir. Inspire-se em referências reais neste processo, sem se comparar a ninguém. Cada uma de nós tem sua própria realidade.

Realce sua beleza! Não tenha medo de mostrar para o mundo o quão linda e incrível você é.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *